• Em 23 de February, 2018

Reforma da Escola Luciana Lucena vai beneficiar 561 alunos

Está indo de vento em polpa a reforma da Escola Municipal Luciana Lucena Cavalcanti, que, há cerca de 4 anos, funciona no prédio do antigo Grupo Escolar Herculano Bandeira, no Centro de Catende. De acordo com a diretora Viviane Fênix, os reparos beneficiarão 561 alunos (266 da manhã e 295 do turno da tarde) da Educação Infantil até o 4º ano do Ensino Fundamental.
 
“As obras estão acontecendo em toda escola, mas sem mexer nas características estruturais do prédio, já que ele é histórico. Todas as 13 salas de aula foram revestidas com cerâmicas no piso e em parte das paredes (1,60m), com detalhes nas cores verde e branco”, detalha Viviane.
 
“A reforma também contemplou os três banheiros, reestruturando-os por completo, desde o piso, paredes, pias e bacias sanitárias. Foram construídos mais dois banheiros (um feminino e um masculino) adequados para deficiente físico”, acrescenta a diretora.
 
Houve, ainda, a reestruturação das salas da direção, secretaria, biblioteca, sala dos professores; adequação de uma sala de informática e divisão de uma sala única para duas espaçosas e confortáveis salas, todas revestidas no mesmo padrão.
 
“O galpão terá suas telhas de fibras e amianto substituídas por telhas antitérmicas, fato que reduzirá o impacto do sol e, consequentemente, o calor. A quadra será coberta, arquibancadas e piso também serão reformados”, explica Viviane.
 
Ação inédita
 
Todo o processo de reparo teve início no dia 16 de janeiro, quando foi assinada, pelo prefeito Josibias Cavalcanti e pela secretária de Educação, Carminha Mendes, ordem de serviço, autorizando os serviços de reestruturação não só na Luciana Lucena, mas também em outras 13 unidades de ensino. 
 
A secretária Carminha destaca que ainda na cerimônia o prefeito Josibias autorizou a entrega de uma planilha aos gestores com todas as informações referentes à reforma de todas as escolas. “Não podemos deixar de mencionar que essa atitude administrativa é inédita e faz parte da diretriz de democratização e transparência das ações do governo municipal. Com essa ação, o nosso prefeito permite que não apenas os gestores, mas toda comunidade escolar possa ter conhecimento sobre o passo a passo das obras. Poucas cidades do Brasil tiveram ou têm uma iniciativa assim”, ressalta a secretária.